Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Prefeitura investiu R$ 14 milhões na distribuição de kits de alimentação
Início do conteúdo da página

Prefeitura investiu R$ 14 milhões na distribuição de kits de alimentação

Criado: Sexta, 16 de Julho de 2021, 10h32 | Publicado: Sexta, 16 de Julho de 2021, 10h32 | Última atualização em Sexta, 16 de Julho de 2021, 10h32

No primeiro semestre deste ano, Secretaria Municipal de Educação disponibilizou 540 mil kits para os 108 mil alunos matriculados na capital

Entrega de kit Foto Jackson Rodrigues 768x512 1A Prefeitura de Goiânia desenvolveu novas formas de cuidar da comunidade escolar neste momento de pandemia. Enquanto se prepara para a retomada das aulas presenciais, a Secretaria Municipal de Educação (SME) disponibilizou mais de 540 mil kits de alimentação escolar aos 108 mil alunos matriculados na capital. Ao todo, a gestão municipal investiu R$ 14 milhões no programa idealizado com o objetivo de cumprir uma das mais importantes funções das escolas, que é promover a segurança alimentar das crianças.

Os recursos financeiros foram repassados de forma descentralizada às unidades de ensino, que foram responsáveis por cotar, montar e distribuir os kits padronizados pelos nutricionistas da SME para as famílias dos educandos. Os itens que compõem os kits foram adquiridos em estabelecimentos comerciais localizados próximos às instituições, contribuindo, desta forma, para o fortalecimento da economia local.

Além disso, de acordo com o secretário municipal de Educação de Goiânia, professor Wellington Bessa, os kits complementaram a alimentação dos estudantes em um momento delicado e de crise sanitária. "Percebemos que esse investimento promovido pela atual gestão foi muito importante para as famílias dos alunos matriculados em nossa rede, sobretudo porque muitas pessoas perderam o emprego e porque a alimentação preparada em nossas instituições é balanceada com cardápios pensados por especialistas”, explica.

Na lista dos itens entregues às famílias no primeiro semestre, estão alimentos como arroz, feijão, macarrão, farinha de milho, leite e sardinha e foram adquiridos com recursos do tesouro municipal do Programa de Autonomia Financeira da Instituição Educacional (Pafie). As entregas seguiram todos os protocolos de prevenção à Covid-19 e foram acompanhadas pela Superintendência de Gestão da Rede e Inovação Educacional da SME.

Thiago Araújo, da Editoria de Educação

registrado em:
Fim do conteúdo da página