Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Matrículas para Cmeis de Goiânia abrem nesta terça-feira, 12

Prefeitura abre 14.835 vagas na Educação Infantil para 2021

  • Criado: Segunda, 11 de Janeiro de 2021, 18h57
  • Publicado: Segunda, 11 de Janeiro de 2021, 18h57
  • Última atualização em Segunda, 11 de Janeiro de 2021, 18h57

CMEI Goiânia Viva 10A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), anuncia a abertura do período para solicitação de matrículas nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) da capital. Em 2021, são disponibilizadas 14.835 vagas e a solicitação deve ser feita via internet a partir das 08h desta terça-feira, 12.

Para a pré-matrícula online de alunos novatos dos Cmei e unidades conveniadas, pais ou responsáveis acessam o endereço eletrônico >www.sme.goiania.go.gov.br<, na aba “E-matrícula”. processo de matrícula da Educação Infantil será realizado com o número do CPF da criança. Após confirmar a vaga na instituição desejada, o prazo é de dez dias para efetivação da matrícula na respectiva instituição. Importante destacar que o cadastro antecipado, tanto para atualização quanto para novas inserções, já está aberto. Assim, as famílias podem preencher o cadastro para agilizar o processo de solicitação das vagas.

As novas vagas para a Educação Infantil nos Cmei e CEI, disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), serão preenchidas seguindo novos critérios, priorizando necessidades da população mais carente. Nesse ano a destinação de 40% das vagas de Educação Infantil para mães trabalhadoras que comprovarem vínculo empregatício (contracheque, carteira de trabalho ou MEI). Beneficiários do Bolsa Família tem 20% das vagas e os outros 40% são para a população geral.

O processo de matrícula informatizada, além de uma medida de democratização do acesso à educação, possibilita mais transparência e evita problemas relacionados às filas de procura por vagas nas instituições educacionais.

 

Texto: Adriene Bastos e Luciana Gomides, editoria de Educação

Foto: Eulices Maria

registrado em:
Fim do conteúdo da página