Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Projeto do Circo Lahetô com alunos de escolas municipais é selecionado pelo Criança Esperança
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Projeto do Circo Lahetô com alunos de escolas municipais é selecionado pelo Criança Esperança

Intitulada 'Arte, Circo e Cidadania', iniciativa contempla cerca de 90 alunos da rede municipal de ensino

  • Publicado: Terça, 11 de Junho de 2019, 13h09
  • Última atualização em Terça, 11 de Junho de 2019, 13h09

circo lahetoCEPelo segundo ano consecutivo, o projeto 'Arte, Circo e Cidadania', do Circo Lahetô, é selecionado para receber recursos do Criança Esperança. A iniciativa é desenvolvida pela equipe do circo, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), com cerca de 90 alunos de duas escolas municipais de Goiânia, a Escola Municipal Bárbara de Souza Morais e a Escola Municipal Lions Clube Goiânia Tocantins.

De acordo com Seluta Rodrigues, professora da SME e responsável pelo acompanhamento pedagógico do Circo, o projeto trabalha com oficinas nas áreas circense, musical, teatral e de incentivo à leitura. “Aqui são desenvolvidas diversas oficinas de circo, como malabares, perna de pau, acrobacias, trapézio. Temos oficinas de música, com percussão, temos aulas de leitura com uma biblioteca que funciona a semana inteira e temos também teatro”, disse.

As aulas são realizadas quatro vezes por semana, no contra turno de aulas das crianças, e, por dia, são dadas três oficinas diferentes. Compreendendo alunos dos Ciclos I, II e III do Ensino Fundamental, a iniciativa conta, ainda, com apresentações temáticas no final de cada semestre. “No final de todo semestre, fazemos uma grande apresentação para toda a comunidade da escola e do circo. Estudamos um tema durante o semestre inteiro e eles apresentam”, explicou Seluta.

Para ser selecionado pelo Criança Esperança pelo segundo ano seguido, a equipe diretiva do Lahetô passou por rigorosa prestação de contas e por avaliação das atividades desenvolvidas no ano anterior. Ao todo, para o exercício de 2019, o projeto foi contemplado com cerca de 349 mil reais, para custear a troca do ônibus, alimentação, recursos humanos, equipamentos e formação continuada.

Um dos diferenciais do Arte, Circo e Cidadania é a formação da cidadania e criticidade dos alunos envolvidos. Seluta contou que as oficinas trabalham, também, a parte intelectual e crítica das crianças. “Temos todo um trabalho de formação e desenvolvimento voltado para a cidadania e para a politização da meninada. As oficinas trabalham o corpo, mas também tem a parte da intelectualidade. No calendário que discute a criança e o adolescente em Goiânia, nós estamos presentes. Esse ano já fomos na Assembleia duas vezes, para audiência pública”, relatou.

Escolhida para apresentar o projeto a nível nacional, a atriz goiana Ingrid Guimarães esteve presente nesta segunda-feira, 10, para conhecer de perto o trabalho desenvolvido. Ela ressaltou que 'é um projeto que, além de lindo, forma uma criança, forma um cidadão. É um processo que forma um artista e isso virou uma profissão. O circo ele não é só circo, é um processo extremamente educativo. Quando me chamarem pra vir ver esse projeto, eu fiquei muito feliz, porque eu sou uma comediante e o circo tem isso, você pode cair, levantar e isso fazer parte do show. O importante é você levar alegria', falou.

A parceria do Circo Lahetô com a Prefeitura de Goiânia é realizada há mais de dez anos. Para o segundo semestre, a previsão é que o projeto se estenda a um total de 130 crianças.

Núbia Alves, da Editoria de Educação e Esporte
Fotos: Eulices Maria

registrado em:
Fim do conteúdo da página