Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Cmei promove passeata em combate ao abuso e exploração sexual infantil
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Cmei promove passeata em combate ao abuso e exploração sexual infantil

Ação faz parte do movimento nacional do 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

  • Publicado: Quinta, 16 de Maio de 2019, 17h43
  • Última atualização em Quinta, 16 de Maio de 2019, 17h43

passeata cmei nv espNa manhã desta quinta-feira, 16, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Jardim Nova Esperança realizou, com os alunos, uma passeata pelo setor em combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Cerca de cem educados, com idades de seis meses a quatro anos, e a comunidade local andaram pelas ruas com um cartaz em alusão ao tema, conscientizando a população sobre a importância de proteger os pequenos.

A ação faz parte do movimento nacional do 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Na passeata, a diretora do Cmei, Kátia Barbosa, conta que o trabalho foi de conscientização das crianças, dos pais e da comunidade. “Fizemos uma ação na praça da delegacia, na qual conversamos com os pais e falamos dos tipos de violências, exploração, falamos da parceria entre família e instituição. Houve apresentação da banda da Escola Municipal Jardim Nova Esperança. Buscamos conscientizar as crianças de que não podem deixar ninguém tocar o corpo delas, que é um tesouro”, disse.

Este é o terceiro ano que a instituição realiza atividades alusivas ao 18 de maio e contou com cerca de 160 pessoas no total. Kátia conta que os pais e responsáveis sempre são muito receptivos com as iniciativas, sempre autorizam as crianças para as atividades fora do Cmei. “Toda vez que convidamos os pais, eles são muito receptivos. Tivemos que pegar autorização para as crianças saírem da instituição e, quem não pôde ir, mandou um tio, uma avó. Temos uma receptividade muito boa e uma facilidade de comunicação dentro da comunidade”, falou, ressaltando a importância do envolvimento entre família e instituição.

 

Núbia Alves, da Editoria de Educação e Esporte

registrado em:
Fim do conteúdo da página