Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Projeto Reciclar é Legal prevê troca de resíduos sólidos por mudas de hortaliças
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Projeto Reciclar é Legal prevê troca de resíduos sólidos por mudas de hortaliças

Container para arrecadação de recicláveis está nos mutirões da Prefeitura e projeto segue para escolas municipais

  • Publicado: Quinta, 16 de Maio de 2019, 13h38
  • Última atualização em Quinta, 16 de Maio de 2019, 13h38

reciclar e legalO projeto Circuito Reciclar é Legal, idealizado pela Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), por meio da Gerência do Programa de Alimentação Escolar (Gerpae), é mais uma ação dentro do Projeto Horta Escolar. O objetivo do circuito é desenvolver ações em parceria com empresas que atuam na reciclagem de garrafas pets e latas de alumínio, estimulando as instituições de ensino e a comunidade local, a promover e estimular campanhas de arrecadação de resíduos sólidos e, assim, consolidar a consciência da sustentabilidade e da responsabilidade com o meio ambiente.

O projeto segue com suas ações e a novidade é que a equipe firmou parceria com a empresa Copel Recicláveis, que receberá os materiais arrecadados e oferecerá em troca mudas de hortaliças utilizadas nas oficinas de plantio do projeto Horta Escolar realizadas nas unidades educacionais. “Nossa intenção com a parceria é uma troca de necessidades. Ajudamos a Copel e ela nos ajuda, porque o projeto Horta Escolar atende mais de 200 escolas municipais e são utilizadas muitas mudas. Então, é benefício para o meio ambiente, para a comunidade e para os nossos alunos, que participam do projeto com incentivo à uma alimentação saudável”, ressalta a gerente da Gerpae, Fernanda Ferreira Gomes.

Por enquanto o projeto está atuando nos Mutirões promovidos pela Prefeitura de Goiânia. A comunidade pode levar os resídios e depositá-los em containers disponíveis para a arrecadação. Em breve, escolas da rede municipal também receberão circuito para que os alunos e professores se envolvam com a causa ambiental, promovendo ações, brincadeiras, gincanas e premiações para equipes que arrecadarem maior quantidade de material.

Lívia Máximo, editoria de Educação e Esporte

registrado em:
Fim do conteúdo da página