Ir direto para menu de acessibilidade.
Busca
Página inicial > Notícias > Prefeitura de Goiânia e SME lançam projeto de robótica na aprendizagem
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Prefeitura de Goiânia e SME lançam projeto de robótica na aprendizagem

Projeto Makers contempla 14 escolas municipais que receberão incentivos para o uso da robótica em sala de aula

  • Publicado: Quinta, 11 de Abril de 2019, 11h22
  • Última atualização em Quinta, 11 de Abril de 2019, 15h19

Projeto Makers 2A Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec) lançou, nesta quarta-feira, 10, o Projeto Makers, iniciativa para capacitação de professores no ensino da robótica. A solenidade aconteceu no Salão Nobre do Paço Municipal de Goiânia e teve a presença dos titulares das duas Pastas, Marcelo Costa e Celso Camilo, respectivamente, e do prefeito, Iris Rezende.

Segundo, Celso Camilo, o objetivo da iniciativa é popularizar a ciência nas unidades de ensino da rede, tornando-as mais atrativas. A partir do Projeto Makers, as crianças serão preparadas para a modernidade e futuro. “A curto prazo, vamos acompanhar a melhora no desempenho escolar dos alunos e, a longo, será possível ver mais profissionais formados em engenharia”, afirma.

Marcelo Costa, secretário municipal de Educação, destacou a importância da parceria firmada entre SME e Sedetec, além da própria sociedade civil por meio da Codese. Ele mencionou o dever de fazer uma “educação além do quadro e do giz, de buscar novas ferramentas para proporcionar a cidadania plena dos nossos alunos”, sempre contextualizando, na realidade, aquilo que se aprende na escola.

Iris Rezende, por sua vez, falou da inovação que o Projeto Makers representa ao usar robôs em sala de aula. “A utilização da tecnologia e da robótica vai influenciar na criatividade e incentivar o trabalho em equipe dos alunos”, aponta.

Sobre o projeto

O Projeto Makers – Robótica Educacional tem, por objetivo, capacitar e oferecer suporte aos professores da Rede Municipal de Educação (RME) para inserir atividades deste tema em diversas disciplinas, como Matemática, Geografia e Física. Baseado na metodologia STEM, sigla inglesa para Ciência, Tecnologia, Engenheiro e Matemática, busca a habilidade social por meio de materiais interativos. A proposta está ancorada em cinco eixos: investigação, descoberta, conexão, criação e reflexão.

A implantação do projeto desenrola-se em um cronograma iniciado em março, quando 32 profissionais, entre professores e apoio técnico da Rede, foram divididos em duas turmas para um curso de formação. Para tal, foi desenvolvida uma capacitação ministrada por alunos e professores da UFG (Pequi Mecânico) e IFG (Datum), com atividades iniciadas no dia 21 de março com previsão de encerramento no dia 12 de abril.

Projeto Makers 3

Ao todo, são cinco encontros de quatro horas, totalizando 20 horas de formação para duas turmas. Ao final, 16 professores receberão acompanhamento dos instrutores voluntários da UFG e do IFG, realizando visitas semanais durantes dez semanas, isto é, período compreendido até junho. Passadas as férias Escola, as unidades passarão por treinamento para que, assim, possam ser inscritos na Olimpíada Brasileira de Robótica.

Vale lembrar que, no final do semestre, haverá uma competição entre as equipes formadas, preparando os alunos da Rede Municipal para futuras competições da área. São 14 escolas participantes, entre elas, a Escola Municipal Marechal Ribas Júnior. A diretora da unidade, Carolina Kellen Santos Machado, teve a entrega simbólica dos kits de Robótica das mãos do prefeito e secretários. A entrega final acontece no dia 22 de abril, após a finalização do curso.

Além das duas Secretarias, o Projeto Makers conta com a parceria da Universidade Federal de Goiás (UFG) e Instituto Federal de Goiás (IFG), respectivamente, além do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese).

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página