Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Boletim Coronavirus > Plataforma de aulas virtuais da Prefeitura de Goiânia chega a mais de 4 milhões de acessos
Início do conteúdo da página
Coronavirus

Plataforma de aulas virtuais da Prefeitura de Goiânia chega a mais de 4 milhões de acessos

Ambiente virtual de Aprendizagem Híbrida integra projeto Conexão Escola, lançado em abril, atendendo a todos os alunos da Rede Municipal

  • Criado: Quinta, 01 de Outubro de 2020, 18h01
  • Publicado: Quinta, 01 de Outubro de 2020, 18h01
  • Última atualização em Quinta, 01 de Outubro de 2020, 18h20

AVAHA pandemia da Covid-19 inegavelmente trouxe desafios que aceleraram o progresso tecnológico esperado para anos em diversas áreas. A Educação foi diretamente impactada pelas mudanças, a partir da suspensão das aulas presenciais em março. Pautada pela eficiência e eficácia na oferta de Educação Pública de qualidade, a Prefeitura de Goiânia inova com o Conexão Escola, projeto guarda-chuva totalmente construído pela equipe de Tecnologia Educacional da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME).  Composto por cinco ferramentas (Chabot Aluno, Chatbot Professor, Conexão Escola, Conexão Escola TV e AVAH), o projeto atende aos quase 108 mil alunos da Rede Municipal de Ensino. 

A suspensão das aulas presenciais obedece ao Decreto Estadual 9633/2020 e à nota técnica emitida em 15 de março. A partir daí, uma das maiores preocupações foi possibilitar o acesso democrático ao ensino, mesmo à distância. Por isso, a SME implementou, em abril, o Chatbot SME e o Portal Conexão Escola. O primeiro consiste em ferramenta digital gratuita hospedada no Telegram que orienta professores, alunos, pais e responsáveis a manter rotina de estudos durante o período de isolamento social. Já o Portal compreende plataforma com atividades pedagógicas complementares que contemplam todas as modalidades atendidas pela Rede Municipal de Ensino. 

Somente no primeiro semestre, foram mais de 5 milhões de acessos contabilizados. Maio acompanhou a estreia do programa Conexão Escola, adaptação televisiva das atividades disponibilizadas no portal com veiculação em dois canais de TV aberta. No primeiro trimestre de programação, foram 105 produções, em seis horários distribuídos entre as duas emissoras, atendendo à Educação Infantil, Ensino Fundamental e Eaja. Rafael Araújo, coordenador do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) da SME, lembra que o projeto Conexão Escola é essencial para o Projeto de Vida da comunidade escolar, especialmente considerando o cenário provocado pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19). 

Segundo ele, “a plataforma Conexão Escola é inovadora, intuitiva e traz conteúdos conforme a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e Documento Curricular para Goiás (DC-GO)”. As atividades são postadas de acordo com a faixa etária e especificidades dos alunos. Rafael destaca, ainda, a fluidez da plataforma, “também para acesso através do celular, o que chamamos de plataforma responsiva”. 

AVAH

O AVAH, ambiente virtual de aprendizagem híbrido, que se destina à realização de aulas por via remota a todos os quase 108 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino. Trata-se de mais um componente do Conexão Escola, com o diferencial de que os professores elaboram suas próprias aulas e postam o conteúdo diretamente no site. Desta forma, o processo de ensino-aprendizagem será feito entre educador e aluno, por meio da plataforma. Assim como todas as versões do projeto, o AVAH foi totalmente desenvolvido pela equipe da Gerência de Tecnologia Educacional (Gertec) - SME, utilizando-se de tecnologias e software livre, aberto, de gestão de conteúdo na internet, ou seja, uma versão gratuita  do WordPress.

A plataforma digital foi construída para contribuir com os professores no gerenciamento de conteúdo, permitindo o acompanhamento continuado do desempenho dos educandos. É importante salientar que não se trata de uma plataforma de Educação a Distância (EaD), mas da expansão da sala de aula , com a possibilidade de desenvolvimento de ensino híbrido e outras metodologias ativas. A plataforma possui dois espaços distintos, sendo eles o Website, uma página de internet para interação entre a instituição e a família/ educando, e a Sala Virtual, espaço de aprendizagem personalizado, por modalidade, agrupamento e componente curricular, administrado pelo professor regente da turma

O AVAH possibilita a elaboração de atividades pedagógicas diversas, aplicação de avaliações, desenvolvimento de projetos de aprendizagem, atividades complementares e integradas. Para a criação da plataforma, a SME contou com a parceria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), disponibilizando espaço para a hospedagem e armazenamento de todo o banco de dados, além da criação de um domínio próprio para o ambiente (avah.goiania.go.gov.br). Cada instituição tem seu próprio ambiente virtual de aprendizagem. 

Lívia Mara de Sousa Araújo, diretora da Escola Municipal Benedito Soares de Castro, aponta o que acha ser diferencial na plataforma. “É possível disponibilizar vídeos no próprio ambiente, além de imagens, o que deixa o conteúdo da atividade mais atrativo ao educando”. Ainda segundo ela, “outro ponto interessante é a possibilidade de interação entre professores e alunos por meio das mensagens e comentários”. A instituição elaborou tutoriais, no intuito de auxiliar as famílias no acesso. “Percebemos dificuldades dos pais na visualização das atividades pela tela do celular, então para auxiliá-los, fizemos tutorial para configuração da visualização do celular no ambiente. Conseguimos sanar muitas dificuldades com isso”, relata.

Para fortalecer o vínculo com as famílias, a escola apresentou cada educador aos pais, fortalecendo o vínculo. Welma Campelo dos Santos, mãe de dois alunos na escola, está satisfeita com o apoio recebido. “A escola está prestando total apoio para a minha família, com as informações necessárias neste momento de pandemia. Em relação ao AVAH, os vídeos explicativos feitos pela escola nos mostram o passo a passo de como usar o sistema. Minha expectativa é que agora o desenvolvimento dos meus filhos irá deslanchar “, conta a mãe. Até o momento, já foram contabilizados 4 milhões de acessos ao AVAH por alunos e professores da RME. 

Texto: Daniela Rezende e Luciana Gomides, editoria de Educação e Esporte

Fim do conteúdo da página