Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Boletim Coronavirus > Rede Municipal inicia adequação física das instituições
Início do conteúdo da página
Coronavirus

Rede Municipal inicia adequação física das instituições

Objetivo é evitar contaminação pelo coronavírus quando as atividades presenciais retornarem

  • Criado: Quinta, 04 de Junho de 2020, 12h00
  • Publicado: Quinta, 04 de Junho de 2020, 12h00
  • Última atualização em Quinta, 04 de Junho de 2020, 12h08

 

reformaAs aulas presenciais da Rede Municipal de Ensino (RME) seguem suspensas até o dia 30 de junho, seguindo determinação do Governo Estadual no combate e prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). Contudo, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) já inicia o processo de adequação física de suas instituições para um provável retorno em agosto. A partir da próxima quarta-feira (10/6) quatro mil itens de mobiliário começam a ser entregues, atendendo às exigências protocolares das autoridades sanitárias.

Ao todo, as instituições vão receber mil mesas para refeitório, com 1,40m de comprimento e 0,80m de largura, possibilitando distanciamento entre os educandos no momento das refeições. Ademais, a SME efetua a entrega de três mil estantes prateleiras para depósitos de alimentos. O mobiliário respeita diretrizes sanitárias quanto à estrutura em metal, garantindo segurança alimentar aos alunos. São móveis de 2,40m de altura e 0,90m de comprimento, de modo a estocar os itens adquiridos para merenda escolar.

A ação segue três pilares fundamentais (planejamentos pedagógico, administrativo e operacional) que consolidam o retorno seguro às aulas no próximo semestre. Isso significa a organização para recuperar conteúdos, acompanhada estrutura orçamentária para higienização das instituições e construção de um código de ética entre alunos e servidores. Neste caso, o intuito é evitar aglomerações e seguir regras de higiene. Ainda, a pasta estrutura cenários que se adequem às normativas das autoridades sanitárias, como espaçamento mínimo entre alunos, estrutura da cozinha, entre outros pontos.

O secretário municipal de Educação e Esporte, Marcelo Costa, aponta haver previsão otimista de retomada das atividades escolares no mês de agosto. No entanto, o titular afirma que “tudo depende da evolução epidemiológica, evitando expor a comunidade escolar aos riscos e agindo, sempre, com muita responsabilidade”.

Luciana Gomides, editoria de Educação e Esporte

Fim do conteúdo da página