Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Prefeitura promove primeiro desafio de robótica
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Prefeitura promove primeiro desafio de robótica

Parceria entre SME e Sedetec simula percursos programados nos moldes da Olimpíada Brasileira de Robótica e envolve escolas inscritas no Projeto Makers

  • Criado: Quinta, 29 de Agosto de 2019, 18h36
  • Publicado: Quinta, 29 de Agosto de 2019, 18h36
  • Última atualização em Quinta, 29 de Agosto de 2019, 18h36

Desafio Makers ConviteA Prefeitura de Goiânia, por meio das secretarias municipais de Educação e Esporte (SME) e Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), promove nesta quinta-feira, 29, o 1º Desafio Makers. O evento envolve 39 alunos de nove escolas que inserem atividades de robótica no ensino de disciplinas convencionais, em uma competição de percursos simulados usando programação. O desafio acontece na Escola Municipal Professora Marília Carneiro Azevedo Dias, no Jardim Guanabara III, a partir das 08h.

O Desafio é a culminância do Projeto Makers, iniciativa das duas pastas municipais em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG). O objetivo é capacitar e oferecer suporte aos professores da Rede Municipal de Educação (RME) para a inserção de atividades de robótica no cotidiano da sala de aula. Em sua primeira edição, foram atendidas 14 escolas, sendo dez de tempo integral. O desafio, então, integra e estimula a troca experiências entre professores e educandos inscritos no Projeto.

A proposta segue os mesmos moldes da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), evento que conta com a participação das mesmas unidades. Participam da competição, as equipes compostas por até quatro estudantes matriculados em turmas do Ciclo I ou II, faixa correspondente ao nível 1 da OBR destinado a alunos do 1º ao 8º ano do Ensino Fundamental. Os competidores devem programar um robô autônomo que supere terrenos irregulares dispostos em um percurso simulado até chegar ao ponto final.

Os protótipos são construídos com Arduíno, plataforma de prototipagem eletrônica que torna a robótica mais acessível, atuando sem qualquer interferência humana. Durante todo o percurso, as atividades das equipes são avaliadas por professores integrantes do Núcleo Tecnológico Educacional (NTE/SME). Na classificação, é considerado o desempenho dos robôs de cada equipe nos critérios estabelecidos para a premiação final, momento que conta com a participação dos titulares da SME e Sedetec, os professores Marcelo Costa e Celso Camilo, respectivamente.

“Este projeto possibilita aproximar nossos alunos de uma área cada vez mais presente na vida cotidiana e mostrar como a robótica pode ser inserida em um ambiente interdisciplinar”, destaca Marcelo Costa. Segundo ele, ainda, “o grande trunfo do Makers é incentivar a proatividade e superação de limites dos educandos, tornando-os cidadãos conscientes e autônomos”. Para Celso Camilo, o Desafio “visa contemplar o ciclo de inclusão na robótica dentro das escolas municipais, valorizando o desenvolvimento da criança nas áreas de ciência, tecnologia e engenharias”. Assim, conclui Celso, “esperamos preparar o cidadão do futuro e proporcionar maiores oportunidades às nossas crianças”.

 

Luciana Gomides, da editoria de Educação e Esporte
Arte: Jhon Maykel

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página