Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Secretário de Educação abre encontro de alinhamento do documento curricular para Goiás
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Secretário de Educação abre encontro de alinhamento do documento curricular para Goiás

Equipes técnicas de instituições públicas municipais e estadual se reúnem para socializar a construção do documento a partir da Base Nacional Comum Curricular

  • Criado: Quinta, 30 de Maio de 2019, 19h55
  • Publicado: Quinta, 30 de Maio de 2019, 19h55
  • Última atualização em Quinta, 30 de Maio de 2019, 19h55

BNCC Delta Professor MarceloO secretário municipal de Educação e Esporte, Marcelo Costa, abriu, na manhã desta quarta-feira, 30, o I Encontro de Alinhamento e Operacionalização do Documento Curricular para Goiás. A reunião técnica tem como objetivo socializar a construção do Documento Curricular pelas redes estadual e municipais, com vistas a estabelecer o regime de colaboração em 2019. O evento acontece no auditório da Faculdade Delta e segue com discussões até as 17h de hoje.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagem essenciais para o desenvolvimento dos alunos ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Em sua fala, Marcelo Costa destacou a importância do documento como suporte curricular que possibilita uma Educação de qualidade, bem como a possibilidade de posicionamento de seus principais atores, os educadores.

Discursando para representantes do estado e diferentes municípios goianos, o dirigente municipal destacou que a BNCC “viabiliza a aplicação das políticas públicas educacionais direcionadas à formação e acompanhamento dos educadores, de forma a construir uma rede de ensino mais consistente”. Neste sentido, Marcelo Costa frisou a importância do tripé currículo, avaliação e acompanhamento, mencionando o papel dos coordenadores pedagógicos e das equipes avaliativas para analisar como o documento curricular é aplicado em cada instituição.

O secretário, que também é presidente da União dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime) Goiás e Centro-Oeste, salientou que o ensino em Goiás não deve ser separado entre esferas municipais e estadual. “Não existe aluno dos municípios e nem do Estado, mas aquele aluno que é uma responsabilidade de todos nós”. Neste sentido, Marcelo Costa ressaltou a construção do documento curricular na perspectiva do regime de colaboração.

O trabalho em rede aumenta as chances de implantar a BNCC de maneira sistêmica, regularizando possíveis desigualdades. Sendo assim, o regime de colaboração é fundamental para que todos os municípios do estado tenham as mesmas condições de levar o documento para a sala de aula. “No regime de colaboração, é possível identificar os municípios que precisam de apoio, já que os resultados de cada um influenciam na média geral do estado”, frisou Marcelo Costa.

Publico BNCC Delta

O dirigente destacou, ainda, que a BNCC e o regime de colaboração permitem a aplicação eficiente dos recursos, desde que enxergando “o sistema educacional do estado caracterizado pela unidade”.

Programação do evento

Após a abertura da reunião, representantes de Anápolis, Aparecida de Goiânia, Goianésia, Goiânia, Rio Verde e da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) apresentaram o trabalho desenvolvido nas respectivas redes a partir do Documento Curricular para Goiás. Na parte da tarde, coordenadores apresentam as ações por etapa e componente curricular, considerando Educação Infantil, Alfabetização, Arte, Ciências da Natureza, Educação Física, Geografia, História, Matemática, Línguas Inglesa e Portuguesa.

Ao longo das discussões, os mediadores observam o que é proposto na BNCC e Documento Curricular para Goiás, esclarecendo conceitos e o processo de contextualização para o estado. Vale frisar que o processo de construção dos Documentos Curriculares teve início com a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), em 2017, pelo Conselho Nacional de Educação, que se desdobrou na elaboração do Documento Curricular para Goiás, aprovado pelo Conselho de Educação Estadual em 2018. Diante disso, a SME em articulação com as Propostas Político Pedagógicas (PPP) da rede, iniciou um processo de revisão e elaboração de novos Documentos mais próximo aos anseios e necessidades dos profissionais da rede.

Texto: Luciana Gomides

Fotos: Aline Cavalcanti

registrado em:
Fim do conteúdo da página