Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > O XXI Prêmio Arte na Escola Cidadã está com inscrições abertas
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

O XXI Prêmio Arte na Escola Cidadã está com inscrições abertas

Maior premiação de arte-educação do Brasil está com inscrições abertas até dia 19 de abril

  • Criado: Quinta, 16 de Abril de 2020, 18h29
  • Publicado: Quinta, 16 de Abril de 2020, 18h29
  • Última atualização em Quinta, 23 de Abril de 2020, 10h53

 

arte escolaA Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) convida os professores de Arte da rede a inscrever seus projetos para o 21º prêmio Arte na Escola Cidadã. As inscrições estão abertas até dia 19 de abril. Ao todo, são cinco categorias de premiação: Educação Infantil, Ensino Fundamental 1, Ensino Fundamental 2, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Neste ano, a premiação adequou seu regulamento às demandas do isolamento social.

O Prêmio Arte na Escola Cidadã é realizado pelo Instituto Arte na Escola por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Banco Bradesco. Desde sua primeira edição, em 2000, o Prêmio conta também com a cooperação da UNESCO no Brasil.

A premiação tem, como objetivo, ampliar a voz de professores de Artes da Educação Básica, valorizando projetos que despertem novos olhares e inspiram alunos, cidadãos e comunidades. Podem participar professores que desenvolveram projetos em Artes Visuais, Dança, Música e/ou Teatro nos anos de 2018 e 2019, em escolas de ensino regular, públicas ou particulares, de todo o território nacional. 

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente através do site www.artenaescola.org.br/premio, até o dia 19 de abril. Todos os professores inscritos receberão um material educativo e o acesso a um percurso formativo online, desenvolvidos por Siron Franco, artista goiano homenageado nessa edição.

Os professores premiados recebem R$ 10 mil e um certificado, além de participarem da cerimônia de premiação e vivências culturais na cidade de São Paulo. As escolas nas quais os projetos foram desenvolvidos ganham um computador e uma câmera digital. Cada professor vencedor tem seu projeto registrado em um documentário produzido pelo Instituto Arte na Escola. Após a cerimônia de premiação, os cinco documentários produzidos se desdobram em materiais formativos para outros professores de Artes.

Adriene Bastos, da editoria de Educação e Esporte

registrado em:
Fim do conteúdo da página