Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > SME destaca função pedagógica do Contador de Histórias
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

SME destaca função pedagógica do Contador de Histórias

O dia 20 de março é dedicado ao profissional de contação de histórias, cujas atividades promovem o gosto pela leitura e aprendizagem pedagógica

  • Criado: Sexta, 20 de Março de 2020, 18h43
  • Publicado: Sexta, 20 de Março de 2020, 18h43
  • Última atualização em Sexta, 20 de Março de 2020, 18h45

contadores de historiasOs alunos da Educação Municipal, independente da idade, bem conhecem a figuras divertidas que, de repente, invadem eventos e recreios. São os Contadores de Histórias, professores lotados na Secretaria Municipal da Educação e Esporte (SME) que se dedicam a compartilhar conhecimento por meio da oralidade. E, hoje, 20 de março, comemora-se o Dia do Contador de Histórias, arte de extrema importância na prática pedagógica.

A “contação de histórias” é uma das práticas mais remotas de que se tem registro, pois o ser humano “conta histórias” desde o início do desenvolvimento das habilidades de comunicação e fala. A atividade promove momentos de união, confraternização, trocas de experiências, além de ajudar a passar o tempo com qualidade. Afinal, quem não gosta de uma boa história?

Sob o ponto de vista pedagógico, a prática tem efeitos consideravelmente benéficos na aprendizagem. Segundo a gerente de projetos da SME, Malu Ramos, as histórias despertam a imaginação, emoções, interesse e expectativas da criança. “Ouvir, contar e recontar uma história ajuda a preservar culturas, valores e compartilhar conhecimento, além de ampliar o repertório linguístico das crianças, jovens e adultos”, explica.

Ainda de acordo com Malu, não há restrições quanto à aplicação das atividades. “Não existe idade, nem um livro adequado à faixa etária e sim a intencionalidade pedagógica”, frisa. A SME desenvolve, há seis anos, o projeto com contadores que atendem às instituições da Rede Municipal de Ensino (RME). Atualmente, a equipe conta com quatro profissionais que visitam escolas e Cmeis.

As visitas são agendadas com antecedência e nelas os contadores desenvolvem projetos de incentivo à leitura, estimulando o gosto tanto dos educandos quanto dos profissionais de Educação. No ano passado, 150 instituições foram atendidas pelos profissionais.

Contação para crianças em casa

Desde 17 de março, as aulas da Rede Municipal de Ensino estão suspensas, atendendo ao Decreto nº 751/2020. Daí, vem o desafio de como manter as crianças em casa, já que a intenção é evitar a contaminação pelo coronavírus. A contação de histórias é uma das maneiras de aproveitar o tempo com qualidade, além de estreitar os laços familiares. Malu Ramos dá dicas como os pais podem colocar a prática em seu cotidiano:

  • Primeiro, escolha um bom livro.
  • Depois, desperte a curiosidade do ouvinte, trazendo algumas informações sobre o texto que será lido ou contado.
  • Mudar a entonação da voz é uma excelente estratégia, além de alternar o tom entre os personagens para dar veracidade à história.

Caso os pais ou responsáveis não tenham livros de histórias em casa, também é possível usar sites que reúnem conteúdos para download e bons contadores de histórias.

 

Luciana Gomides, da editoria de Educação e Esporte

registrado em:
Fim do conteúdo da página