Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Horta Escolar distribuiu 120 mil mudas e realizou mais de mil visitas em 2019
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Horta Escolar distribuiu 120 mil mudas e realizou mais de mil visitas em 2019

Projeto atendeu 266 instituições na Capital e comunidade durante os Mutirões da Prefeitura

  • Criado: Segunda, 13 de Janeiro de 2020, 13h19
  • Publicado: Segunda, 13 de Janeiro de 2020, 13h19
  • Última atualização em Segunda, 13 de Janeiro de 2020, 13h22

HortaO Projeto Horta Escolar, da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), estimula a consciência ambiental, sustentabilidade, alimentação saudável e incrementa a merenda dos alunos de escolas e unidades de Educação Infantil da Capital. Em 2019, as ações iniciaram em 18 de fevereiro e atenderam 266 instituições.

A equipe que desenvolve as ações é composta por 11 servidores da SME, que, por meio de um trabalho em equipe, realizaram ao longo do ano 207 oficinas e 825 visitas de acompanhamento, totalizando 1.032 visitas. O projeto também distribuiu 121 mil mudas e 46 toneladas de esterco às escolas e centros municipais de Educação Infantil (Cmei).

Oficinas, visitas para acompanhamento e implantação das hortas estão entre as atividades desenvolvidas. Outra ação inclui a distribuição de sementes, insumos, mudas e esterco para a população, durante os mutirões da Prefeitura, e para as unidades que procuram os técnicos do Projeto, na Gerência do Programa de Alimentação Educacional.

Desde 2006, Nestor Valverde atua como apoio técnico e um dos coordenadores do projeto. Junto a uma equipe de profissionais dedicados, se orgulha dos resultados.“Vemos a resposta de nossas ações na satisfação das crianças em aprender, entender desde o plantio até a colheita, já com as plantas crescidas. Então, é gratificante acompanhar esse processo da terra até o prato”, comenta.

Projeto

O Horta Escolar surgiu no ano de 2001. Naquela época, algumas unidades educacionais, por possuírem hortas, ofereciam alimentação diferenciada, com qualidade reconhecida e elogiada pela clientela atendida. Diante disso, o Departamento de Alimentação Educacional, àquela época, desenvolveu e implantou o projeto em 30 unidades.

As mudas e sementes são semeadas em hortas convencionais e estruturas feitas com materiais reciclados, como alvenaria, pneus e vasos. As espécies mais comuns são salsa, cebolinha, alface, couve, acelga, pimenta-de-cheiro, pimenta e coentro. As oficinas são feitas com palestras, dinâmicas, brincadeiras e músicas. A instituição que ainda não tem horta e deseja começar o trabalho, pode entrar em contato pelo telefone 3524-8964.

Daniela Rezende, editoria de Educação e Esporte

Foto: Luiz Fernando Hidalgo

registrado em:
Fim do conteúdo da página