Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Alimentação escolar da educação municipal foi destaque em 2019
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Alimentação escolar da educação municipal foi destaque em 2019

Implantação do Cartão PNAE permitiu autonomia na aquisição de alimentos e a garantia de um cardápio cada vez mais saudável

  • Criado: Sexta, 10 de Janeiro de 2020, 11h24
  • Publicado: Sexta, 10 de Janeiro de 2020, 11h24
  • Última atualização em Segunda, 13 de Janeiro de 2020, 17h41

IMG 0414 1A alimentação escolar da Prefeitura de Goiânia foi destaque em 2019, com a descentralização do recurso da merenda e a implantação do cartão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que deu mais autonomia financeira às instituições educacionais na compra dos itens e atendeu às necessidades alimentares dos alunos da rede municipal.

Com o recurso do PNAE pelo Governo Federal entregue ao município, a Prefeitura por meio da Lei 10.164, de 10 de maio de 2018, instituiu o Programa Dinheiro Direto na Escola – Pró-merenda e repassa mensalmente os recursos financeiros recebidos às unidades educacionais, incluindo as instituições filantrópicas.

Para dar agilidade na aquisição dos alimentos, a Prefeitura aderiu ao cartão PNAE, um cartão de crédito com liquidação imediata referente aos recursos a serem gastos. A iniciativa moderniza e dá transparência a compra e prestação de contas, além de fomentar o desenvolvimento do comércio local em torno das unidades de ensino.

De acordo com Leda Servato Gomes, diretora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Ciranda, na Vila Maria Dilce, o dinheiro na conta sempre disponível facilita a compra e o cumprimento de um cardápio cada vez mais saudável. “Antes, havia algumas dificuldades para a aquisição e entrega dos alimentos. O dinheiro em conta permite ao Conselho gestor e a direção fazer compras semanalmente e até ampliar a variedade dos itens”, ressalta.

“Com a autonomia da compra pelo cartão PNAE, os alimentos adquiridos são fresquinhos e de qualidade, o que dá condições de atender o cardápio elaborado pelas nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME). Outro ponto positivo foi a formação oferecida pela própria SME, que após orientação permitiu fazer os gastos da verba com segurança”, completa Leda.

Números
Em 2019, a Prefeitura de Goiânia serviu 46.260.936 refeições aos alunos da rede municipal, incluindo desde a Educação Infantil à Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja), nas 377 instituições de ensino da Capital.

Daniela Rezende, editoria de Educação e Esporte
Fotos: Luiz Fernando Hidalgo e Eulices Maria

registrado em:
Fim do conteúdo da página