Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Prefeitura forma profissionais da Educação em curso de Primeiros Socorros
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Prefeitura forma profissionais da Educação em curso de Primeiros Socorros

Duas frentes atuam na Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), que tem parceria com Samu, Corpo de Bombeiros e Sesmt

  • Criado: Quinta, 26 de Dezembro de 2019, 16h08
  • Publicado: Quinta, 26 de Dezembro de 2019, 16h08
  • Última atualização em Quinta, 26 de Dezembro de 2019, 16h08

primeiros socorrosA Prefeitura de Goiânia, desde o início da atual gestão, tem trabalhado em favor do aprimoramento da qualificação profissional e da saúde de seus servidores. Pensando nisso, desde 2017, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) desenvolve projetos e formações voltadas para os Primeiros Socorros, etapa crucial para o salvamento de vidas em situações cotidianas que assumem riscos, principalmente quando se trata do cuidado com crianças.

Mas o que são Primeiros Socorros e para que servem? Os Primeiros Socorros são procedimentos primários de atendimento, prestados a uma vítima de acidente ou mal súbito, a fim de mantê-la com vida até a chegada do socorro especializado. Se tratam de manobras, avaliações das condições mentais e corporais da vítima e até tentativa de reanimação, se necessário.

Por meio de parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), da Secretaria Municipal de Saúde, a SME já formou quase 300 profissionais da Educação, entre professores, assistentes administrativos, auxiliares de atividades educativas e agentes de apoio. A formação se antecipou à Lei nº13.722, de 4 de outubro de 2018, da Presidência da República, que tornou obrigatória a capacitação de professores e funcionários da educação básica da rede pública e privada em noções de primeiros socorros.

Após o decreto do Governo Federal, a Educação Municipal intensificou os cursos, aumentou as turmas e firmou parceria com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt) e com o Corpo de Bombeiros que, somente em 2019, formou mais de 1.500 servidores da educação. Para 2020, a previsão é de continuidade das duas frentes de trabalho, tanto do Samu quanto do Sesmt, e a ampliação da quantidade de profissionais formados.

Núbia Alves, da Editoria de Educação e Esporte

registrado em:
Fim do conteúdo da página